Aristóteles à la minute resume a guerra da Ucrânia! — A Estátua de Sal

(Carlos Matos Gomes, in Medium.com, 10/05/2022) A Odisseia de Homero vista por um agente de viagens. Há um invadido e um invasor. Um Mau e um Bom! Mas onde raio está o cavalo de Troia? No século VIII a.C., Homero escreveu a Ilíada, apontada como o livro inicial da literatura ocidental, onde versava sobre a… AristótelesContinuar lendo “Aristóteles à la minute resume a guerra da Ucrânia! — A Estátua de Sal”

O poder de contar histórias nos museus

Este é um projeto que trabalha sobre uma metodologia para contar histórias socialmente relevantes em museus e instituições educativas, através da participação da comunidade. Parte das seguintes Questões: Como contamos histórias relevantes em museus? Porquê e como usar a narrativa oral (storytelling) em museus? O que é uma prática social no museu? O programa forneceráContinuar lendo “O poder de contar histórias nos museus”

Os museus são coisas demasiado sérias para serem levados a sério!

Um dos sintomas da decadência dos museus portuguese é a atroz impossibilidade de neles se manifestar o Riso. Ao entrarmos num museu, raros são os sorrisos que vemos nos seus visitantes. Não há espaço para nos rirmos. Os objetos plasmados nos seus plintos não suscitam qualquer riso. Quando saímos dos museus não sentimos qualquer felicidade,Continuar lendo “Os museus são coisas demasiado sérias para serem levados a sério!”

Cafe Marselha-Barcelona

Cafe onde parei com regularidade vai par 40 anos. Na epoca o barrio xino tambem conhecido por El Raval era frequentado por anarquistas e povo barcalones. Com os jogos olímpicos, várias intervenções urbanas criaram novas urbanidades. Ontem passei por la. Estava fechado. Nao bebi o absinto que sonhei. Cafés de memorias perdidas.